quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Tudo azul

Meu mundo se tornou azul. O cinza, que outrora encobria a alegria, se dissipou. Encontrei uma antiga chave que julgava perdida.Como e quando aconteceu, não sei dizer. 
Perdeu-se nas entrelinhas da vida.Confesso que nem senti falta. Do mesmo modo que sumiu,apareceu.
Segui meu caminho acreditando que as travas que surgiram eram meros coadjuvantes em minha jornada. Mas, hoje meu mundo se tornou mais azul. Tudo ficou muito claro. Abri meus olhos e consegui enxergar o que antes não via.Fechei a porta para as dores do passado. Abri a janela da alma para um novo despertar. Fechei pensamentos que me aprisionavam em uma caixa no subconsciente. Abri meu coração e retirei traças e teias, um hóspede inesperado surgiu. Fechei a solidão em uma caixa velha, ela não seria mais minha companheira. Abri um baú com um mundo de cores e fiz um arco íris na minha sacada. Criei um ambiente lindo só para receber os meus amigos. Lembrei de você! Entre...





5 comentários:

  1. Que lindo Leila!
    Bom demais se libertar da dor, a vida é muito bela.
    Aproveite querida e colha os botôes da felicidade e deixe-os se abrirem em flor.
    Um abraço e seja sempre muito feliz.

    ResponderExcluir
  2. Que bom que tudo se tornou azul por aí...
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que o seu ano novo seja Azul meu caro amigo Viviani.

      Excluir
  3. Ah, que gentil, obrigado. A felicidade de repente é uma tomada de decisão, é uma opção, e um jeito todo próprio. É uma invenção. Lindo texto, Leila.

    ResponderExcluir

Sua visita me deixa muito feliz!